A BUSCA DE NOVA COLOCAÇÃO E O DIFERENCIAL ESTRATÉGICO

Por Luiz Eduardo Gasparetto

Você está procurando um emprego, uma nova colocação no mercado. Envia currículos, preenche fichas de emprego, faz entrevistas. E nas entrevistas o que o entrevistador quer saber é o que de diferente você pode oferecer para a empresa dele.

Em outras palavras, ele quer saber qual o seu diferencial estratégico ou vantagem competitiva em relação aos demais candidatos. E se você não tiver nenhum diferencial tenha certeza de que uma nova colocação não será fácil.

O diferencial estratégico, também chamado vantagem competitiva, tem origem no planejamento estratégico e indica o que a empresa tem de diferente que leva os clientes ou consumidores a preferirem-na e não os concorrentes.

Também no momento de procurar uma nova colocação as pessoas precisam ter esse diferencial, porque se suas habilidades ou conhecimentos forem iguais aos dos demais concorrentes as suas chances de ser o escolhido ficam apenas dependendo de sorte ou de uma empatia do entrevistador em relação à sua pessoa.

Mas é preciso lembrar que, assim como no planejamento estratégico, também numa recolocação profissional o diferencial estratégico, para ser mesmo um diferencial, precisa ter três características:

– ser original ou quase isso (só o candidato tem ou poucos candidatos têm);

– ser percebido, isto é, o entrevistador tem que sentir que ele é importante para a sua empresa;

– ser desejado, isto é, a empresa esta disposta a pagar por ele.

Exemplo: numa empresa que faz negócios com a China, ter como diferencial estratégico o idioma inglês não é tão importante do que ter o idioma chinês ou mandarim. O primeiro não é basicamente um diferencial estratégico, pois muitas pessoas falam inglês, ao contrário do chinês, ainda falado por poucos.

Portando, se você está procurando uma nova colocação no mercado de trabalho ou pretende fazer isso, procure avaliar quais são seus diferenciais estratégicos e veja se realmente eles o são para as empresas aonde vai fazer entrevista.

E se sentir que você não tem diferencial estratégico para apresentar, a sugestão é que comece a criá-los desde já.

Categories: Carreira

Leave a Reply


*