Com o grande número de pessoas procurando uma nova colocação, e muitos deles bastante qualificados em termos de educação escolar e experiência, obter uma nova colocação é trabalho para profissionais e não para amadores. O interessado em conseguir um emprego precisa montar um esquema mais profissional para garimpar o mercado e obter entrevistas. É preciso planejar e se preparar para essa tarefa.

É preciso montar um currículo que seja atraente, agradável e fácil de ler e mais objetivo nas informações, conseguindo assim atrair a atenção dos selecionadores.

Isso pode ser difícil, por exemplo, para profissionais que ficaram muitos anos em uma mesma empresa ou até aqueles que entraram nela numa época da vida em que não se pedia currículo (como estagiários ou aprendizes, por exemplo). Com o enxugamento das empresas eles se viram, de uma hora para outro, na condição de desempregados e nem mesmo sabem por onde começar a procurar uma nova colocação.

Procuram ajuda com amigos ou então recorrem aquele modelo antigo de currículo por ele utilizado há muitos anos e que hoje nem mais é usado e ai não sabem por que não são chamados para entrevistas. O material ultrapassado não chama mais a atenção e por mais experiência que tenham o currículo nem mesmo é lido. É descartado sem dó nem piedade por selecionadores que têm mais dezenas ou centenas de currículos para serem lidos.

Outros acham que o currículo deve conter o máximo de informações possível e com isso acabam dando toda munição para que o selecionador os elimine, ou por causa da idade, ou por causa da pretensão salarial, ou ainda por causa do local de moradia. Não podemos esquecer que o selecionador, antes de começar a selecionar, atua como um verdadeiro “exterminador”, isto é, antes de selecionar ele procura eliminar currículos e se o candidato dá a ele essa chance ele a aproveita.

Uma dica importante para quem está procurando uma colocação é não se desesperar. O desespero faz com que as pessoas encarem uma eventual entrevista de emprego como um caso de vida ou morte. E é ai que erros são cometidos e que acabam prejudicando uma eventual aprovação.

Sei que não é fácil manter a calma quando se passa um período desempregado, principalmente quando esse período é longo. Entretanto, essa “cabeça fria” é que irá ajudar no encontro de uma nova colocação.

Uma postura interessante é reativar a lista de contatos. As pessoas amigas precisam saber que um amigo está desempregado. É comum ao desempregado ir se fechando como uma ostra, procurando evitar o contato com pessoas amigas e até com parentes, como se o desemprego fosse algo vergonhoso. E não é, e sim é algo muito comum hoje em dia. Todas as famílias têm um ou mais de um desempregado. Ao se fechar, o desempregado reduz a possibilidade de que um amigo se lembre dele na hora em que surge uma vaga.

Outro ponto importante é saber que a procura de emprego acontece nas 24 horas do dia. Há todo momento o desempregado está trabalhando para se recolocar: preparando e enviando currículos, visitando agências de emprego, mantendo contatos com amigos e parentes, visitando antigos clientes ou fornecedores da empresa em que trabalhou. Encontrar uma nova colocação não se resume a comprar um jornal ou se cadastrar em um site, responder e enviar currículo e esperar um chamado para uma entrevista.

É preciso trabalhar muito e trabalhar duro para conseguir uma nova colocação. Normalmente o desempregado se esforça pouco na procura de uma recolocação. Uma pesquisa realizada pela Catho, empresa de recolocação, mostra que ele dedica apenas 14 horas por semana na procura de novo emprego. É pouco. Assim será difícil conseguir algo, pois os concorrentes podem estar se dedicando muito mais do que apenas 14 horas semanais.

Também não se pode desleixar da parte pessoal. É preciso estar sempre se atualizando, lendo jornais e revistas, ou até mesmo estudando. As bibliotecas oferecem leituras gratuitas, e o desempregado deve usar essa facilidade.

É preciso também cuidar do corpo: fazer exercícios, regime para não engordar, cuidar da aparência pessoal, cabelo sempre cortado e barba feita ou aparada. Não é por estar desempregado que a pessoa deve relaxar.

E finalmente, um pouco de sorte também não faz mal a ninguém. Então, bons preparativos e boa sorte!

Categories: Carreira, todas

Leave a Reply


*