Ginástica Dá Partida Instantânea No Cérebro

Por Luiz Eduardo Gasparetto

Na década de 60 o Dr. Paul Dennison, PhD em Educação e professor da Universidade da Califórnia nos Estados Unidos, pesquisava métodos para desenvolvimento da coordenação motora visando o controle da hiperatividade e a diminuição das dificuldades de concentração em crianças com necessidades especiais.

O Dr. Dennison acreditava que essas crianças apresentavam uma disfunção na ativação simultânea dos hemisférios direito e esquerdo do cérebro que regem a emoção e a razão, e isso era a raiz dos problemas. Começou então a aplicar alguns exercícios cinestésicos que, combinados com seus conhecimentos de técnicas orientais como o tai-chi-chuan e a yoga, o levaram ao desenvolvimento da teoria básica de desenvolvimento cerebral, que ele chamou de Ginástica Cerebral.

A Ginástica Cerebral tem como objetivos melhorar a capacidade de aprendizado, estimular partes do cérebro antes pouco utilizadas e, ainda, auxiliar no aumento da criatividade, da auto-estima e do raciocínio, além de reduzir o estresse.

O Dr. Dennison partiu do princípio que o cérebro é um órgão físico e, como qualquer outro órgão, precisa ser estimulado para atingir seu pleno desenvolvimento. Esse estímulo pode ser dado, como ele descobriu em suas pesquisas, através de movimentos coordenados que realizados em partes específicas do corpo estimulam determinadas regiões do cérebro à elas ligados, tornando-as mais ativas e com melhor desempenho.

Uma vantagem da ginástica cerebral é que ela pode ser realizada em casa, no trabalho, com a família ou com os amigos, não existindo qualquer restrição quanto a idade e até mesmo a condição física. Seus exercícios são compostos de movimentos naturais e não agressivos ao corpo que são de fácil assimilação e execução, o que permite sejam realizados sem grandes esforços e sem necessidade de um acompanhamento especializado.

O momento mais adequado para realizá-los é no período da manhã, preparando o cérebro para enfrentar os desafios que surgirão, podendo se repetir durante o transcorrer do dia para reforço da memória, para aguçar os sentidos da visão ou da audição ou para renovar o equilíbrio entre os hemisférios cerebrais.

Cada um dos exercícios da Ginástica Cerebral dura em média 1 minuto, e o conjunto chamado básico é composto de 7 exercícios, que devem ser realizados todos os dias logo ao acordar. Com isso o praticante já vai com o seu cérebro energizado para o trabalho ou para a escola, obtendo resultados mais eficazes.

Outra função da Ginástica Cerebral é deixar nossas memórias sempre no ponto de serem utilizadas nos momentos em que delas necessitamos. Como se sabe, não basta apenas ter grande quantidade de informações arquivadas nas memórias, mas é preciso que elas estejam prontamente disponíveis quando precisamos utilizá-las.

Para isso, é preciso que todos os caminhos por onde essas informações irão circular estejam desimpedidos para que a troca de informações entre os neurônios, chamadas de sinapses, ocorram com rapidez e no momento certo. Os exercícios da Ginástica Cerebral têm também essa função: “abrir” os caminhos aumentando as ligações neuroniais e fazendo com que os dados arquivados cheguem mais rapidamente à zona do processamento de informações.

Com o cérebro bem exercitado vivemos melhor, diminuindo os efeitos de alguns problemas que, caracteristicamente, aparecem em pessoas idosas, como a senilidade, a perda de memória e algumas doenças.

Desenvolvemos também um entendimento melhor das coisas, despertamos a criatividade e aumentamos a capacidade de aprendizagem, de raciocínio e de memória. No trabalho a Ginástica Cerebral propicia facilidade para falar em publico, participar mais produtivamente de reuniões, elaborar melhores planejamentos e agendas de trabalho, alem de aumentar a concentração.

Se, como dizem os cientistas, este será o século do cérebro, já que os estudos realizados permitirão ao homem conhecer melhor todo o potencial desse órgão maravilhoso, a Ginástica Cerebral será uma das ferramentas que levará o homem a esse conhecimento.

Se precisar de mais informações sobre a ginástica cerebral entre no sote www.ginasticacerebral.com.br.

Categories: Qualidade de Vida

Leave a Reply


*