Por isso, as empresas sabem que ter em seus quadros pessoas capazes de utilizar o conhecimento adquirido para geração de novas idéias é fundamental para seu desenvolvimento como organização

Então, transformar conhecimento em novas tecnologias é o que as empresas esperam dos seus colaboradores saídos dos cursos de pós graduação e MBA e é a maior contribuição que esses colaboradores podem dar para a maximização do valor da empresa.

Sabemos que os cursos de graduação, por várias razões e dificuldades encontradas no diálogo universidade-empresa, ainda se posicionam um pouco distantes da realidade das organizações no que diz respeito a aplicação de parte dos conhecimentos adquiridos na prática do dia a dia. Suas grades curriculares, apesar de tentativas positivas de aproximá-las da realidade das empresas, ainda são difíceis de serem modificadas e, quando o são, essas mudanças demoram um pouco.

Por isso, ao sair de um curso de graduação, o bacharel ainda não está totalmente preparado para se ajustar rapidamente às exigências do trabalho e a realidade das empresas. Esse gap pode ser preenchido pela participação em cursos de pós-graduação (lato-sensu) e MBA, que são voltados para a área de negócios e gestão e oferecidos por instituições de ensino que, pelo tipo de curso, devem manter grades mais atualizadas em relação às necessidades do mercado.

Mas não é apenas recém formados adaptados ao mercado de trabalho que as empresas esperam dos participantes em cursos de pós e MBA. Também esperam atualização daqueles que estão a mais tempo no mundo dos negócios e que são encaminhados para esses cursos por suas empresas para poderem reciclar conhecimentos adquiridos há muito tempo e nem sempre ajustados à realidade atual do mundo dos negócios.

Muitos profissionais já estabilizados e com muitas experiências práticas são enviados por elas aos bancos escolares em cursos de pós-graduação e MBA porque elas sentem a necessidade de reciclar e atualizar conhecimentos que foram adquiridos em momentos diferentes do momento atual e que podem estar defasados. Algumas chegam até mesmo a fazer convênios com entidades de ensino no sentido de montarem esses programas sob medida para suas necessidades com grupos formados apenas por seus colaboradores.

O mínimo que elas esperam desses profissionais é que se interessem em aprender coisas novas ou reciclar conhecimentos antigos, numa postura aberta pára receber novos conhecimentos

É evidente que cada um desses cursos tem um objetivo diferente. Enquanto a pós-graduação tem como objetivo aprofundar o conhecimento do participante em determinado assunto, focando numa área específica e aperfeiçoando-o, o MBA tem como foco dar ao participante uma visão mais ampla do trabalho de gesta e do mundo dos negócios. Mas, em ambos os casos, a expectativa das empresas é a mesma: que a participação nesses cursos estimule a criatividade de seus colaboradores participantes, transformando conhecimento em tecnologia e agregando valor a seus produtos ou serviços e, com isso, maximizando o valor da empresa.

Categories: Carreira, todas

Leave a Reply


*