Qualificação Profissional é a Solução?

Por Luiz Eduardo Gasparetto

O Brasil tem altos e baixos no nível de desemprego. Depois de um período de alto índice de desemprego entramos numa fase de empregos a todo vapor, com as empresas criando vagas contratando para atender à demanda de consumo de bens e serviços resultante da melhoria do padrão de consumo de milhões de brasileiros.

Mas agora, como reflexo da crise mundial que também chega por aqui, muitas empresas começam a demitir. Se antes os demitidos eram aqueles com maiores salários, trocando-se um trabalhador de alta renda por dois ou até três com salários mais baixos, agora as empresas perceberam que se continuassem com essa estratégia poderiam sofrer grandes prejuízos.

Os trabalhadores de salários menores, mesmo em maior quantidade, não conseguiam suprir a ausência das demitidos. Sofria a empresa e sofriam os clientes, com o eventual abandono desses a procura da concorrência.

Por isso, se você não tem boa qualificação profissional ou está um pouco desatualizado devido ao fato de ter se formado há muito tempo e não ter estudado mais nada, é hora de voltar a estudar, de se atualizar com a parte técnica de seu trabalho, porque o colaborador tecnicamente desqualificado é forte candidato a engrossar a fila do seguro desemprego. E isso vale para todos os níveis, do técnico até o diretor.

Entidades como SENAI, SENAC e SEBRAE oferecem cursos de atualização muitas vezes gratuitos. Universidades como a Universidade Gama Filho, por exemplo, oferecem cursos de especialização, pós graduação e MBA presenciais ou a distância com alto conceito no mercado e atualizados com as tendências dos negócios.

O que não é possível é ficar desatualizado com seu trabalho ou sua profissão e imaginar que isso não irá trazer nenhuma conseqüência mais desagradável. As empresas são negócios e têm a visão voltada para o lucro e para a maximização de seu valor. Se um colaborador, por desatualização, não está participando dessa busca, seu destino, infelizmente, será a demissão. E isso virá, mas dia menos dia.

Categories: Carreira, todas

Leave a Reply


*