… quem não decide já errou. É isso mesmo. Muito pior do que tomar uma decisão errada é não tomar nenhuma decisão quando uma decisão precisa ser tomada. E algumas pessoas fazem isso, deixam passar o momento certo de tomar uma decisão por medo de errarem, de não tomarem a melhor decisão.

São pessoas que sofrem de um mal chamado de procrastinação. Um nome complicado que pode ser traduzido por “empurrar com a barriga” ou adiar.

As vezes adiam coisas sem importância, que mesmo que uma decisão errada fosse tomada pouco prejudicaria. As vezes deixam para depois decisões importantes, que adiadas causam prejuízo maior do que se fossem decisões erradas.

Para a pessoa que espera pela decisão de alguém a procrastinação pode ser frustrante. Mas o interessante é que o procrastinador também sofre, com o estresse da situação, com a sensação de culpa por não ter tomado a decisão quando deveria ter feito e, intimamente, passa a sentir certa vergonha da sua falta de ação no momento em que deveria ter agido e decidido ou por ter que ficar inventando desculpas.

Se você é uma dessas pessoas que “deixa para depois”, que acredita no ditado “por que decidir amanhã se posso decidir depois de amanhã”, procure eliminar ou pelo menos atenuar esse hábito. Faça uma lista das suas tarefas, priorize e comece pela mais importante, mesmo que seja a mais difícil ou demorada. Não deixe que algo o distraia da tarefa que está sendo feita, concentre-se. Comemore sempre que terminar uma tarefa.

Leave a Reply


*