Por Luiz Eduardo Gasparetto, professor de Pós em Gestão e MBA

Você se preocupa em resolver um problema ou se preocupa em  solucioná-lo? Algumas pessoas imaginam que resolver e solucionar são a  mesma coisa, mas são coisas diferentes.

Normalmente, um problema é detectado quando temos contato com seu  sintoma. O sintoma é a primeira notícia que temos que um problema  existe. Se ficarmos apenas na fase de eliminar o sintoma estaremos  resolvendo o problema e não solucionando-o. Ele volta. E temos que cuidar dele novamente.

Provavelmente você já ouviu alguém dizer a seguinte frase: “de novo esse problema? Eu já resolvi esse problema na semana passada e ele me aparece de novo”.

Por que alguém diz isso? Porque ele apenas eliminou o sintoma do problema, isto é, resolveu, mas não solucionou.

Para solucionar um problema é preciso identificar a sua causa e tratar de eliminá-la. Ai sim, estaremos solucionando o problema e não apenas resolvendo-o.

Imagine que uma pessoa levante pela manhã com dor de cabeça. Toma um analgésico e a dor passa. No dia seguinte a mesma coisa, dor de cabeça. E novo analgésico. E a mesma coisa no dia seguinte e assim por diante. Essa pessoa está apenas cuidando do sintoma, a dor de cabeça, e resolvendo momentaneamente um problema, mas não está solucionando-o.

Só irá solucioná-lo se descobrir a causa da dor de cabeça e cuidar de eliminá-la.

Por isso, frente a um problema, primeiro procure resolvê-lo, mas em seguida procure encontrar a causa e eliminá-la, para solucioná-lo.

Categories: Gestão, todas

Leave a Reply


*