Seu Pessoal quer mesmo trabalhar na sua empresa?

Muitos administradores provavelmente se sentirão incomodados com esta pergunta, porque as respostas poderão revelar a ele que os colaboradores de sua empresa não estão assim tão entusiasmados em trabalharem nela como ele pensava.

Talvez por isso, muitos não a façam ou, quando a fazem, acabam não dando importância quando as respostas são negativas (“o pessoal gosta de reclamar”, dizem eles). Um comportamento de avestruz que, frente a uma situação incômoda, esconde a cabeça na areia e faz de conta que nada está acontecendo (há duvidas se realmente a avestruz se comporta assim ou se é só uma lenda, mas a metáfora é boa).

Mas hoje se torna cada vez mais importante monitorar a opinião dos colaboradores a respeito dos valores, usos, costumes, políticas, normas e procedimentos da empresa, pois colaboradores insatisfeitos serão menos produtivos e estão mais sujeitos a saírem da empresa para procurarem locais mais agradáveis para trabalhar. E você sabe que é cada vez mais difícil selecionar e treinar mão de obra capacitada.

Por isso, se você é um administrador, é bom ir pensando em tornar uma atividade rotineira a monitoração do clima organizacional de sua empresa, e isso é feito através da utilização de uma ferramenta bastante conhecida dos profissionais de Recursos Humanos: a Pesquisa de Clima Organizacional.

Essa pesquisa, quando bem feita, lhe trará informações valiosas sobre a realidade da empresa no que diz respeito à satisfação e consequente “motivação” do seu pessoal, permitindo que ações sejam desenvolvidas com a finalidade de eliminar ou pelo menos atenuar aqueles pontos de insatisfação do pessoal que podem estar criando um clima ruim. E isso poderá ser a diferença entre manter a empresa viva ou fazê-la desaparecer frente a concorrência.

Então você não tem muita escolha! Agora ou daqui a pouco, por vontade própria ou pressionado pela situação, a avaliação do clima organizacional da sua empresa terá que ser feita. Portanto, se é inevitável, não espere que as circunstâncias acabem forçando você a realizá-la: coloque mãos à obra. Investigue, analise os resultados e, a partir daí, estabeleça e implemente as ações que, se for o caso, tornarão o ambiente de trabalho mais motivador.

Categories: Gestão, todas

Leave a Reply


*