O trabalho em equipe dentro da empresa é fundamental para que ela possa realizar seus objetivos. Mas para que se possa trabalhar em equipe é preciso lembrar que ninguém ganha o jogo sozinho, temos que fazer com que todos vençam, porque quando um tenta vencer sozinho provavelmente está fazendo com que os outros percam.

Não é possível, por exemplo, que só o setor Comercial da Empresa atinja seus objetivos enquanto os demais não consigam isso, porque no “frigir dos ovos” o resultado final geral será, com certeza, negativo.

Isso me faz lembrar uma estória (não sei se é verdadeira) que está na internet, de autor desconhecido, que mostra bem o que significa todos ganharem. Mesmo que não for verdadeira, a mensagem que ela transmite o é. Diz o seguinte:

Há alguns anos, numa competição para pessoas especiais realizada na cidade de Seattle, nove garotos e garotas, todos com alguma deficiência mental, alinharam-se para a largada de uma corrida de 100 metros rasos.

Expectativa entre o público e o sinal de largada é dado. Todos os concorrentes partiram, não em desabalada carreira naturalmente, mas com uma grande vontade de se esforçar ao máximo, terminar a corrida e, por que não, até vencê-la.

Estavam na metade do circuito quando um dos garotos tropeçou na pista, caiu e começou a chorar. Os outros, ao ouvirem o choro, diminuíram o passo e olharam para trás. Então, vendo o garoto caído, voltaram. Todos eles.

Uma das meninas, com Síndrome de Down, ajoelhou, deu um beijo no garoto e disse: “Pronto, agora você vai sarar”!

Todos os nove competidores deram os braços e assim andaram juntos até a linha de chegada. E quando cruzaram a linha o estádio quase veio abaixo. As pessoas, de pé, aplaudiram por vários minutos aquele gesto coletivo.

Sim, talvez os atletas tivessem alguma deficiência mental, mas demonstraram com o gesto, que com certeza, sabiam muito bem que o que é importante nesta vida, mais do que ganhar sozinho, é ajudar as outras pessoas a vencerem, mesmo que isso signifique diminuir um pouco os nossos passos.

Categories: Planejamento, todas

Leave a Reply


*