VAMOS AGREGAR VALOR À SUA IMAGEM?

Por Luiz Eduardo Gasparetto

Antes de comentar com você como se agrega valor à imagem profissional precisamos entender o que significa “agregar valor”. De maneira geral, agregar valor significa incorporar ao produto ou serviço uma inovação ou uma função que o produto ou serviço não tem, que o mercado deseja ter e está disposto a pagar um preço para tê-lo.

Podemos substituir produto ou serviço por imagem profissional e aí teríamos que agregar valor à imagem profissional significa incorporar à pessoa valores, conhecimentos e experiências que ele não tem e que as empresas estão dispostas a pagar para ter.

É esse valor agregado à imagem que faz com que o profissional não seja em sua área e mercado de atuação um profissional comodity, isto é, igual a todos os demais e que irá competir por uma nova colocação apenas no que diz respeito a salário. Isto é, quanto mais baixo o salário maior é seu poder de competição.

Na prática, isso significa que todo profissional precisa se preocupar constantemente com sua atualização profissional, precisa estar sempre “antenado” às necessidades do mercado que estão sendo sempre sendo alteradas, precisa buscar novas experiências e novos conhecimentos ou uma nova maneira de fazer as coisas que sempre fez.

É isso que fará com ele não seja um profissional comodity, isto é, aquele que só consegue novas oportunidades de trabalho porque se sujeita a receber valores baixos como remuneração.

Por isso, antes de pedir aumento de salário para seu chefe ou de pedir demissão da sua empresa por causa do salário baixo que recebe, você deve pensar o seguinte: agreguei valor ao meu currículo ou sou o mesmo profissional de sempre, fazendo as mesmas coisas da mesma maneira?

Se você perceber que sua resposta mostrará que você não agregou nenhum valor à sua imagem é bom ficar recolhido no seu canto antes de fazer uma besteira e cuidar de melhorar essa sua imagem. Como?  Se atualizando, cuidando de seu aperfeiçoamento profissional, estudando novos assuntos, obtendo novas experiências.

Porque se você não fizer isso e mesmo assim pedir demissão provavelmente irá se decepcionar ao perceber que, na verdade, você não estava ganhando pouco. O problema é que você tem pouco a oferecer às empresas.

Em resumo: você não tem nenhum valor agregado valor à sua imagem. Você é mesmo um profissional comodity, igual a tantos outros que vagam por ai de emprego em emprego, sempre insatisfeitos, sempre reclamando do salário, mas sem fazer nada para melhorar essa situação.

Categories: Carreira, todas

Leave a Reply


*